Swingers do Brasil
Assine o SB

8 Dicas Para Praticar BDSM com Prazer

8 Dicas Para Praticar BDSM com Prazer

Provavelmente pode-se afirmar que todas as pessoas com acesso à internet já entraram (porque queriam) ou acabaram trombando com algo na internet sobre dicas para praticar o BDSM.

Porém, essa lista é um pouco diferente do que a maioria que você já encontrou por aí. Aqui você não verá como chicotear a sua parceira, mas sim o que torna o BDSM algo tão excitante, e como você pode incorporá-lo em sua vida e na da sua parceira de maneira que ambos se divirtam e sintam prazer.

Comunicação

Não deve ser novidade para ninguém que a comunicação é a ferramenta essencial para qualquer relacionamento ou encontro sexual. Porém, mesmo sendo algo que todas as pessoas deveriam saber, muitas vezes acaba ficando de lado, sendo esquecido.

Uma das características mais importantes do BDSM é a comunicação, já que a negociação entre os parceiros é extremamente importante. Os praticantes veteranos desta técnica dominam muito bem as suas habilidades de comunicação. E esse é um dos motivos que fazem as suas festinhas serem tão seguras e prazerosas para todos os envolvidos.

Todas as pessoas às vezes caem na armadilha de fazer suposições. Quando o assunto é sexo, e você acaba supondo coisas, pode fazer com que a outra pessoa envolvida não esteja se divertindo tanto quanto poderia/deveria ou você simplesmente supõe que está.

Acostume-se a sempre perguntar à sua parceira o que ela gosta, o que tem vontade, peça para que ela lhe mostre como gosta de ser tocada, e ao mesmo tempo, não tenha vergonha e acostume-se a falar do que você gosta, quer, quais são as suas fantasias.

Obtenha o consentimento

É verdade: o consentimento é sexy.

Muitas vezes as pessoas acham que a conversa pode acabar com o clima, mas se você fizer da maneira correta, conversando com carinho e de maneira sexy, ela pode esquentar ainda mais o clima.

Quando uma pessoa não precisa se preocupar em se proteger e ficar o tempo todo colocando limites no outro para que ele não faça nada que ela não queira, ela pode relaxar e se divertir, caso contrário, ela passa o tempo todo tensa e preocupada.

Se ela ficar relaxada e se divertir, isso significa que tudo será mais relaxado e divertido para ambas as partes envolvidas.

Se por exemplo, você estiver com vontade de morder, dê umas lambidas na orelha da sua parceira e em seguida sussurre: “Você gosta de ser mordida?”. Você também pode incorporar perguntas como “Você gosta disso?” enquanto toca a sua parceira.

É muito melhor ter uma resposta positiva antes de fazer algo, do que no final acabar escutando um não, ter uma pessoa com a “cara feia” ao seu lado, ou o pior de tudo, perder a sua parceira sexual.

Explore a vulnerabilidade

Quando o assunto é sadomasoquismo, principalmente bondage, alguém será colocado em uma posição vulnerável, sendo “forçado” a algo, por isso é importante superar os seus bloqueios mentais e relaxar para que possa aproveitar o momento.

Estar “preso”, amarrado a algo, ou receber ordens faz com que a pessoa não seja responsável por dar prazer ao outro, ela simplesmente tem que obedecer às ordens ou ficar lá, presa, amarrada, e neste caso, estar relaxada e confiar em seu parceiro faz com que isso seja gostoso, e não o oposto.

Estabeleça confiança

Para que alguém se divirta e sinta prazer ao estar vulnerável, ela deve confiar plenamente em seu parceiro. Lembre-se dos jogos de confiança que você fazia na escola para aprender a construir e liderar uma equipe, como por exemplo, cair para trás e confiar que alguém iria te segurar.

No BDSM os princípios são semelhantes. Independente da ferramenta que será utilizada, um dos parceiros estará confiando, ou pelo menos deveria, no outro.

A pessoa no papel do vulnerável tem que confiar que o seu parceiro dominante não irá passar dos limites conversados, e ela sentirá prazer em vez de medo, tensão e preocupação.

Potencializar as suas próprias ferramentas

É fácil ser pego fazendo compras super excitantes de novos brinquedos sexuais. Nos sex-shops você pode encontrar uma variedade imensa de produtos destinados a prática do BDSM.

Porém, saiba que você já tem brinquedos e ferramentas suficientes para ter um momento bem excitante e começar a brincar de BDSM sem ter que comprar nada.

Não é necessário chicotes e correntes para que você consiga praticar o BDSM de maneira excitante. Você tem mãos e dentes, e eles podem fornecer uma grande variedade de sensações.

Desde mordidas suaves até aquelas que acabam deixando a marca dos dentes, morder pode realmente aquecer as coisas. O pescoço é uma área bem popular quando o assunto é mordida (só não se esqueça de perguntar à sua parceira se há problemas em deixar marcas, lembre-se consentimento é tudo na hora do sexo), mas pense a respeito das outras áreas do corpo que têm grande potencial em proporcionar prazer ao receber mordidas.

Suas mãos também são ótimas e versáteis ferramentas. Agarrar, beliscar, arranhar, bater… As possibilidades são praticamente infinitas, e você não precisa sair gastando horrores para começar a provar as delícias do BDSM.

Aproveitando os itens domésticos

Agora que você já sabe do potencial das suas mãos e dos seus dentes, verá que também poderá aproveitar vários dos seus itens domésticos para sentir prazer com as técnicas do BDSM.

É verdade, a cozinha é um verdadeiro sex shop se você souber procurar. Uma colher de pau ou uma espátula são ferramentas de grande impacto nesta brincadeira. Espetos de madeira sendo usados com segurança podem proporcionar uma afiada sensação de prazer. Os cubos de gelo são ótimos para brincar com as sensações térmicas.

Em relação às outras áreas da casa, basta prestar atenção e olhar ao redor. Você pode usar lenços e gravatas como venda para os olhos – essa é uma ótima maneira de começar a entrar na área das sensações do BDSM.

Quando alguém está com os olhos vendados, e conseqüentemente não está vendo o que está acontecendo, tudo é sentido com maior intensidade.

Não se esqueça dos jogos psicológicos

Não se esqueça de que grande parte do sexo está relacionada ao mental, ao psicológico, e no BDSM isso não é exceção – muito pelo contrário, o medo ou a antecipação do que irá acontecer poderá intensificar qualquer momento.

Tente sussurrar ameaças ou promessas. Fazer com que a outra pessoa fale o que ela quer pode ser algo bem poderoso, especialmente para as pessoas que foram educadas, devido a nossa cultura, a reprimir seus desejos e fantasias sexuais.

Ser “forçada” a descrever suas fantasias sexuais pode ser algo que cause muita vergonha, porém, é um tipo de vergonha bastante excitante.

Brinque com a dinâmica do poder

Todo relacionamento tem algum tipo de dinâmica de poder ou de luta pelo poder, e o BDSM trás essa dinâmica existente à tona e ainda brinca com ela.

Você não precisa viver 24 horas no papel de dominante ou dominado, mas incorporá-lo ao sexo pode realmente deixar a vida do casal mais quente e excitante.

O simples ato de uma pessoa se ajoelhar perante a outra já é suficiente para criar um diferencial de poder. Ter um dos parceiros se rastejando ou engatinhando pelo ou para o outro já leva o sexo a outro nível.

Vocês também podem adicionar o jogo do poder na hora do sexo, e isso é um dos princípios básicos do BDSM.

Um grande exemplo disso é segurar a sua parceira pela cabeça ou cabelo enquanto ela faz sexo oral em você. Além disso, outra dica é fazer com que a sua parceira peça permissão para gozar.

Não importa o que a sua criatividade irá criar e o que você decida tentar, nunca se esqueça dos pontos 1 e 2 listados acima – a comunicação e o consentimento são os pontos mais importantes quando o assunto é sexo.

Converse com a sua parceira antes de tentar algo novo, saiba quais são as suas fantasias, fale com ela a respeito das suas e tenham a melhor noite da vida de ambos, aproveitando da melhor maneira possível as técnicas do BDSM.

Comentários:
Crie seu perfil para comentar esse artigo.
Voltar a página anterior

Sobre Sobre
Apresentação do Swing
Torne-se um Parceiro Swing
Fale Conosco

Conteúdo exclusivo Conteúdo Swing exclusivo
Anúncios Swing
Vídeo Conferência
Meu Perfil Swing

Swing Brasil | Swingers do Brasil - www.swing.com.br 2018
swing . swing brasil . swingers . site de swing . troca de casais

Cadastre-se

 

Assinantes