Swingers do Brasil
Assine o SB

Manual do Sexo Anal

Manual do Sexo Anal Sexo anal para muitas pessoas ainda é um tabu, porém isso deve e está sendo mudado. A curiosidade e busca por novas formas de sentir prazer é sempre válida e a penetração anal pode ser sim muito prazerosa.

Em algumas pessoas o orgasmo anal é muito mais intenso que o vaginal. Isso acontece porque a região anal possui terminações nervosas mais fortes que a região vaginal, assim como o prazer com a penetração anal pode ser muito forte.

Algumas considerações sobre Sexo Anal

Pra começar, sexo anal não se pede, conquista-se! O homem deve se empenhar em proporcionar o máximo de tesão e relaxamento ao mesmo tempo para conseguir o que deseja com a mulher. Alguns dizem que ele deve proporcionar um orgasmo antes da penetração anal, mas isso vai depender de cada mulher. Algumas relaxam completamente depois do orgasmo e a vontade pelo sexo anal se perde no meio do caminho. Outras ficam mais estimuladas ainda e só conseguem gozar depois da prática realizada.

Nem pense em arriscar surpreender sua parceira tentando enfiar o p… lá dentro, de uma hora pra outra, assim como fazer os atores de filme pornô. A chance da garota não estar suficientemente relaxada ou preparada é grande. Desse jeito você pode machucar ou traumatizar a menina. O fator psicológico pesa muito nestas horas. Além disso, quem corre o risco de receber uma surpresa é você! Pode dar “sujeira”, entende? Não é agradável para ninguém quando a mocinha “passa um cheque” no dito cujo.

Também não custa lembrar do preservativo! Proteção de látex é fundamental para a brincadeira anal por diversas razões. O reto é a parte final do sistema digestivo. Portanto é uma região bastante contaminada, com muitas bactérias por centímetro quadrado. Elas ficam bem ali, sem causar problemas. Mas se forem transmitidas para outras partes do corpo, como os genitais, podem causar infecções.

Se isso não é o bastante para convencê-lo, uma série de doenças sexualmente transmissíveis podem ser repassadas por meio da relação anal. Portanto, tenha camisinhas de sobra para qualquer eventualidade. A qualquer momento pode surgir a vontade de trocar de orifícios.

E por último, mais uma razão para não dispensar a camisinha: a hora do orgasmo. Sabe a ejaculação? Pois bem, imagine que você não usou preservativo e o moço gozou lá dentro. Tudo o que entra tem que sair, não é? E até onde eu saiba, a região anal não tem outro tipo de saída. Daqui a algumas horas (ou minutos) o corpo irá expulsar naturalmente o que está lá dentro. Preciso dizer mais alguma coisa?

Agora vá com jeitinho, sem pressa. Separe o lubrificante e preste atenção nestas dicas:

 

Conquista

Primeiro de tudo, atice nela a vontade de dar. Pra uma mulher ficar a fim de sexo anal, tem que estar num grau máximo de excitação. Uma boa maneira de despertar este desejo é masturbar a garota com maestria e introduzir o dedo por trás, quando ela estiver prestes a gozar. Lubrifique os dedos antes, meu caro!

Dessa forma é possível sentir as contrações anais durante o orgasmo, o que deixa o prazer ainda mais intenso! Então faça o pedido numa boa. Incite a fantasia na cabeça dela. Fale sobre sexo anal durante a relação e mostre o quanto pode ser ótimo para os dois.

Ou pode tentar uma massagem relaxante nas pernas (a princípio) e depois ir para as nádegas lentamente. Com muito óleo de massagem ou lubrificante você pode deixar a mocinha relaxada o suficiente para que você possa brincar na área proibida mais vezes.

Preparo

Para que tudo dê certo, é importante que a garota esteja preparada para o momento. Ou seja, que ela tenha ido ao banheiro naquele dia e feito uma boa higienização. Caso ela não saiba deste pequeno detalhe, é bom sugerir esta postagem por exemplo, para que ela possa acompanhar nossas dicas.

A opção pela lavagem intestinal, feita através do chuveirinho ou da ducha higiênica (muito mais prática, por sinal) até a água sair toda limpa, pode causar uma maravilhosa sensação de alívio. Dessa forma não há riscos de acontecer algum “acidente” na hora do sexo anal.

Aquecimento

Capriche nas preliminares. A musculatura anal precisa estar relaxada para penetração acontecer sem problemas. E assim você vai entrar com a maior facilidade após o primeiro orgasmo, ou se ela estiver prestes a gozar. Demore no sexo oral e mostre que você merece algo mais. Se fizer isso combinado com um prolongado beijo grego, a garota deve ficar se retorcendo de vontade para brincar na portinha de trás.

Lubrificação

Um bom lubrificante e uma massagem no períneo ajudam a relaxar o local. Para isso, também é gostoso fazer movimentos circulares ao redor da entrada e enfiar um ou dois dedos. Depois que o caminho estiver mais livre, pode tentar o uso de plugs anais. Tudo muito lambuzado de lubrificante, não esqueça!

O lubrificante à base d’água ameniza o atrito e evita que a fricção da camisinha machuque o ânus. Mulheres menos tolerantes à dor podem experimentar géis anestésicos que são específicos para sexo anal. Mas cuidado! Isso não significa que você vai poder entrar “rasgando”.

Introdução

Muita calma nessa hora. Esse é o momento mais importante para garantir que o sexo anal continue até o final.

Penetre devagar e não mexa. Espere um pouco para que a região acostume com o “tamanho”. O ânus possui dois aneis: o externo e o interno. O de fora já deve estar relaxado, por isso que você conseguiu entrar um pouco.

Essa pausa é essencial para deixar o segundo anel relaxar também. Só depois de alguns segundos, comece os movimentos novamente. O ideal é que ela mesma comece a se mexer para que o pênis possa entrar mais um pouco. Enquanto isso, tente deixá-la o mais excitada possível! Invista em posições que a mulher detenha o controle da situação nesta fase inicial. Posicionar-se de lado também é favorável ao encaixe.

Estimulação

Para que a menina sinta mais prazer com o membro dentro dela, o ideal é massagear seu clitóris durante a penetração. Uma dica gostosa é usar um bullet ou cápsula vibratória neste momento. O importante é ficar atento para a lubrificação do local, para que a sensação do seu toque (ou do acessório erótico) seja suave e não àspera. Cas você não seja experiente nisso, deixe ela mesma se tocar para você.

Ritmo

Dê a ela o controle do ritmo e a intensidade da penetração, no primeiro momento. Principalmente se a mulher não tiver muita prática. Caso ela esteja sentada sobre você, isso vai ser mais fácil. Assim o risco de se machucar diminui consideravelmente. Depois de deixá-la à vontade, pode aumentar a velocidade numa boa. Nessa fase, a mulher já não percebe mais a dor e o prazer vem muito mais rápido. Agora é o momento propício para experimentar as bolinhas funcionais para sexo anal. Afinal, o “caminho já está aberto” e você pode explorar outras novidades.

Após o orgasmo dela, pôr a garota de quatro vai te dar maior controle da situação. Nessa hora, uns bons puxões de cabelo e tapas na bunda costumam fazer a curtição ainda mais gostosa. Se a gata rebolar no seu p…, há boas chances dessa experiência se repetir outras vezes.

Logo após a garota gozar, se quiser trocar de posição, não precisa de tantos dedos para reintroduzir o pênis. Ela provavelmente já vai estar com a musculatura bem relaxada e tudo vai fluir numa boa.

É normal rolar uma dorzinha no início, que deve ser menor quanto mais relaxada a mulher estiver. Se ela estiver sentindo muita dor, pode experimentar algum tipo de anestésico anal. Se doer demais, melhor não continuar. Tire assim que perceber suas expressões, então encha o corpo dela de beijos e carinhos a fim de manter o clima e evitar traumas. Dar errado uma vez não significa que vocês não podem tentar novamente outro dia.

Vale lembrar de novo: quando o pênis sair lá de trás, não esqueça jamais de trocar o preservativo antes de enfiá-lo em qualquer outro lugar.

Que tal um Kit Erótico?

– Ducha Íntima Unissex: higienizador esterilizável e resistente que proporciona praticidade e conforto no momento de higienizar as cavidades íntimas. Indicado para higiene íntima feminina e masculina.

– Mini Plug Anal: acessório erótico que estimula e dilata a região anal, facilitando a penetração.

– Gel para Massagem Corporal: gel lubrificante com ação anestésica que reduz o incômodo durante a penetração.

– Gel Lubrificante: lubrificante com base aquosa que facilita penetração vaginal ou anal.

– Orgasm Ball: bolinhas funcionais de óleo que proporcionam intensas sensações e facilitam a relação anal. Possuem função anestésica, lubrificante e excitante.

– Preservativo: preservativo lubrificado com espessura duas vezes mais resistente, proporcionando segurança necessária para casais que gostam de intensidade.

Depois destas dicas, o que podemos lhe dizer agora é somente uma coisa: boa sorte e bom proveito!

Comentários:
Crie seu perfil para comentar esse artigo.
Voltar a página anterior

Sobre Sobre
Apresentação do Swing
Torne-se um Parceiro Swing
Fale Conosco

Conteúdo exclusivo Conteúdo Swing exclusivo
Anúncios Swing
Vídeo Conferência
Meu Perfil Swing

Swing Brasil | Swingers do Brasil - www.swing.com.br 2018
swing . swing brasil . swingers . site de swing . troca de casais

Cadastre-se

 

Assinantes